Sonntag, 23. Januar 2011

Verdadeiro ou Falso - Transporte Público

Conforme prometido no meu post anterior, acaba de ser inaugurada aqui a seção Verdadeiro ou Falso. Com essa brincadeira eu pretendo oferecer algumas informações práticas e meu ponto de vista sobre certos assuntos que parecem meio confusos pra quem não conhece a Alemanha tão bem. Espero também com isso  gerar discussões e questionar esteriótipos. 



Tansporte Público:



O que dizem por aí: "Os metrôs na Alemanha não tem catraca nem cobrador. Você compra passagem se quiser. Ninguém tá nem aí se você comprou ou não o bilhete."



Falso e pode doer no bolso. Os transportes públicos na Alemanha realmente não tem catraca nem cobrador, mas têm essa maquininhas dentro dos bondes e de alguns ônibus.
 
Máquina onde se pode comprar a passagem se você tiver um cartão especial para isso


 
Máquina onde se pode validar a passagem

Caso no ônibus não haja uma dessas máquinas, o passageiro deve dirigir-se ao motorista e comprar a passagem diretamente com ele. Se você comprou seu bilhete antes, ele deve ser validado através de um carimbo da segunda máquina, a vermelhinha. Aqui em Bremen o sistema está em transição.  A intenção é de automatizar todo o processo de compra de bilhetes e por isso os ônibus mais novos tem as máquinas de compra e os mais velhos muitas vezes não. Detalhe que muitas dessas maquininhas de compra - a azul, só lhe vende a passagem se você tiver um cartão especial para esse fim. Caso não tenha, tem de comprar a passagem com o motô e aí nesse caso não precisa validar.
Comprar uma passagem de ônibus ou bonde aqui em Bremen é uma coisa extremamente confusa e impossível para um turista que não fala alemão decifrar. São raros os postos de informações, o caminho para chegar até eles só é indicado em uma pequena área do centro da cidade e é raro achar alguma informação em inglês. Em defesa da Alemanha tenho a dizer que eles tem se esforçado bastante pra melhorar isso em cidades internacionais como Bremen e nas maiores como Berlim, Colônia ou Hamburgo creio que inglês não seja um problema. Mas os ônibus e bondes sim!

Apesar de não ter um cobrador dentro dos ônibus e bondes, existe aqui o que se chama de "Kontrolleur" nos bondes e ônibus ou "Schaffner" nos trens. Eles são os controladores de passagem e entram nos transportes públicos em grupos de três a cinco e passam conferindo se os passageiros tem bilhete de um por um. Caso  alguém não tenha, quando eles estiverem controlando, se ferrou. Além de ser convidado a sair do ônibus no exato momento, o individuo vai ser multado num valor de mais ou menos 60 Euros (o valor exato varia de cidade pra cidade, do tipo de transporte e se você não comprou mesmo ou esqueceu se ticket em casa. Ainda tem essa...



Resumindo, não é bem assim que a compra da passagem é opcional e as pessoas compram somente porque tem a consciência de que é o certo a se fazer. Compram porque contam com a possibilidade de encontrarem um controlador no caminho e faz muito mais sentido pagar entre 1,70 à 2,50 Euros do que correr o risco de pagar tão caro pela passagem. 

Quando minha mãe veio me visitar aqui, passou  15 dias circulando toda Bremen de ônibus, comprando passagem e não encontrou um só controlador durante todo esse tempo. Saiu daqui  também com a sensação de que a compra da passagem era opcional. Mas como vocês agora sabem, não é, portanto quando vierem a Alemanha procurem rapidinho se informar, de preferência logo na rodoviária quanto custa o bilhete. 
Existe uma variedade de opções também; desde os que valem por um dia inteiro aos que valem por um mês sem limite de quantas viagens fizerem. Existem bilhetes  individuais e família. Procurem  se informar logo na estação antes de desbravarem a cidade, porque como eu falei, nem sempre é fácil encontrar informação depois que se sai dos centros de movimento e para a mentalidade alemã ignorância não isenta ninguém das consequências. Ou seja, se for pego pelo controlador sem bilhete, dizer que não sabia, que não estava sinalizado, que o funcionário não explicou direito, não vai te livrar de receber a multa. Para o alemão se a informação está disponível em algum lugar, cabe a você descobrí-la e agir de acordo com ela.



Para um turista desavisado parece cruel, mas na vida prática tira o peso de muitas intituições e coloca o poder e responsabilidade diretamente nas mãos dos cidadãos. Então é isso, vou ficar por aqui e para todos vocês uma boa viagem!

Keine Kommentare:

Kommentar veröffentlichen