Sonntag, 20. März 2011

Esperando o próximo Carnaval

Duas semanas depois que o carnaval acabou, depois de ter superado a ressaca, depois de ter revisto minhas fotos tiradas em plena loucura momesca, me sinto em condições de refletir e escrever sobre ele. Passei meu carnaval este ano em Colônia, cidade do estado da Renânia Norte-Vestfália que fica à mais ou menos 300 km de Bremen. Assim que desci do trem, vi que Elvis estava conversando animadamente com o Homem -Aranha e a Smurfete. Os três tomavam cerveja enquanto esperavam o bonde. Pronto! Tive certeza que estava no lugar certo.


Colônia é a terra do carnaval alemão. Durante os cinco dias seguintes a cidade inteira se fantasiou, lotou os bares com bailes de carnaval e vibrou cantando as mesmas músicas repetidas vezes. A festa tinha início logo cedo: lá pelo meio dia, as pessoas já começavam a formar as filas pra entrar nos bares e a energia, o bom humor e animação se mantinha até pelo menos as três horas da manhã. 
Depois de viver oito anos em uma cidade na qual a cultura de carnaval é praticamente inexistente, fiquei muito feliz de pode reviver essa festa este ano. O Kölner Karneval é uma experiência tão divertida e interessante quanto o nosso carnaval e em alguns aspectos até supera o nosso em termos de criatividade, já que ao invés de gastarem fortunas com uniformes pra folia,  as pessoas investem seu dinheiro, mas também tempo, energia e criatividade nas próprias fantasias. Isso sem contar que em Colônia dá pra se concentrar na farra de verdade, sem precisar ficar tão ligado na violência que na minha opinião, sempre cria uma nuvem tóxica de tensão no ar em todas as nossas festas populares no Brasil.

Mas seja  lá ou aqui, percebi que meus carnavais tem uma coisa em comum: sempre os passei com pessoas queridas, que assim como eu, estavam mais interessados em viver momentos felizes com amigos do que na festa em si. Esse ano não foi diferente.Tive a sorte de passar meu carnaval com uma grande amiga do peito, dando muita risada, relembrando momentos felizes e construindo outros pra relembrar no futuro. O fato que eu pude fazer tudo isso, fantasiada, dançando e segurando um copo de Kolsch(1), foi como a cereja no topo do sorvete ou em termos carnavalescos, como o véu de noiva na garrafa da cerveja.

Obrigada Shi, obrigada Chris. O carnaval com vocês foi bom demais.
 1. Cada região na Alemanha se orgulha de sua própria cerveja. A de Bremen é Beck's. Kölsch é a de Colônia.


P.S.Vou fazer propaganda mesmo: Pra todos os que quiserem viver um carnaval inesquecível em Colônia, vão pro Petersberger Hof ou Berrenrather. Dois bares fantásticos, DJs que sabem o que a galera quer ouvir no carnaval, cerveja gelada, galera trabalhando com sorriso e bom humor o tempo inteiro. Os frequentadores do bar são super divertidos também. Se preparem: se forem uma vez, vão querer ir todo ano.

Keine Kommentare:

Kommentar veröffentlichen