Dienstag, 23. Juli 2013

Verão



Depois que passei meu primeiro verão aqui em Bremen percebi o quanto a gente lá no Brasil subestima o luxo que temos de morar em um país no qual se pode contar com o sol. Bremen tem um clima oceânico, o que significa que as temperaturas são sempre moderadas. Ou seja, nem o inverno nem o verão aqui são extremos. Essa moderação pode soar como coisa boa no papel, mas na prática é um saco. 

A sensação que a maioria tem é de que o inverno é interminável. Chove muito, tem muita garoa, o céu no geral é cinza e a temperatura nunca esquenta o bastante pra você sair de casa sem pelo menos cinco quilos de roupa (pra se acaso o tempo mudar). Os meses de inverno até a primavera se estendem de uma forma que parecem desafiar o calendário. As pessoas vão ficando impacientes, querendo e precisando ver o sol.

Deve ser por isso que quando o verão finalmente chega a galera pira um pouco por aqui. Quando o verão é dos bons, como este está sendo, se tem uma sucessão de dias, o mês inteirinho talvéz de temperaturas entre 20 e 30 graus e céu azul. Aqui em Bremen isso é uma raridade, uma coisa que acontece talvéz a cada dez anos (exagero), e por isso a cidade muda muito quando a estação muda.

A primeira diferença que eu noto é a presença de pessoas por toda parte. No inverno, se pode andar ruas e mais ruas e não se encontrar um só ser humano caminhando. Muitas partes da cidade ficam parecendo cidade fantasma. Uma cena dessas é difícil de se ver no verão. Nesta estação do ano é gente pra todo lado e o comportamento das pessoas também muda. Elas sorriem mais, ficam mais comunicativas procurando papo com pessoas nas filas dos supermercados, dentro dos bondes e por aí vai. As pessoas se paqueram, coisa que eu demorei de perceber que acontecia por aqui.

Meu amor é da opinião que se a Alemanha tivesse tempo bom o ano todo, o país ia entrar em crise. Eu estou começando a achar que essa teoria faz sentido. As pessoas ficam tão mais leves e divertidas, dão um jeito pra sair mais cedo do trabalho e poder curtir o sol, bebem mais, ficam mais bêbadas também, inventam programas diferentes pra fazer. O churrasquinho no quintal ou jardim com os amigos é programa praticamente obrigatório. Tanto é que pra mim, hoje em dia, o cheiro de carne assando na brasa virou garantia de associação imediata com o verão da Alemanha. Pra quem nunca veio pra cá e está planejando conhecer, está é definitivamente a melhor época.

P.S. O verão europeu acontece durante o inverno Brasileiro. Ou seja, começa no calendário no dia 21 de junho e vai até 21 de agosto. Mas como expliquei aí no post isso é só formalidade de calendário. Na maioria das vezes o mês de junho ainda pode ser meio friozinho, apesar de ter dias mais longos e do céu ser mais claro, mais azul. Desde que vim morar aqui o que percebo é que o verão começa a esquentar mesmo a partir do final de julho e pode se manter quente até o final de setembro, quando na verdade já é oficialmente o outono.




Keine Kommentare:

Kommentar veröffentlichen